27/04/2016  |  Ações, Agenda, Blogueiras, Campanhas, Comportamento, Destaques, Entrevista
Coletivo Minissaia Pocket entrevista Gabriela Cruz no Projeto Universo Urbano do Shopping Piedade

CMS5
{Coletivo Minissaia e a Blogueira convidada Letícia Santana (Borboleta Vintage)}

Um dos grandes privilégios da profissão de jornalista, pra mim, é ter a oportunidade de entrevistar pessoas pelas quais você nutre uma certa admiração. É aquele momento em que você está ali frente a frente com uma pessoa que é uma referência seja no âmbito pessoal ou profissional, aquela pessoa que você quer ser quando crescer, sabe? Foi essa sensação que tive quando entrevistei a grande profissional do jornalismo baiano Gabriela Cruz – Editora do Caderno Bazar do Jornal Correio – na edição Coletivo Minissaia Pocket, que aconteceu no último sábado (23 de abril) no Shopping Piedade.

CMS3

{Gabriela Cruz – Entrevistada do Coletivo Minissaia}

Esta edição do Coletivo Minissaia, que contou com a participação de Letícia Santana (Borboleta Vintage) como blgueira convidada, faz parte do Universo Urbano, projeto de moda do Shopping Piedade que tem a curadoria da Produtora de Moda Tininha Viana e exalta o conceito do street style, com as referências de moda e comportamento que vêm das ruas. A programação conta com um ciclo de ações, talk-shows e oficinas que acontecem na loja conceito localizada no L2, concebida especialmente para abrigar o projeto.

CMS2

Olhos e ouvidos atentos e casa cheia para prestigiar esta iniciativa bastante enriquecedora que faz movimentar a cena fashion da capital baiana, tendo como objeto a experiência de profissionais de diferentes áreas de atuação. Nossa entrevistada explanou uma discussão sobre mercado de trabalho, comportamento dos leitores, experiências na cobertura de grandes eventos de moda Brasil a fora e, como não poderia ser diferente, sobre a forma de se vestir dos baianos que, segundo ela, apresentam elementos marcantes e uma forte personalidade na hora de criar suas produções.

CMS4
{ Tininha Viana, Gabriela Cruz e Duda Baleeiro (Adm Shopping Piedade)}

A experiência do Coletivo Minissaia com o Projeto Universo Urbano foi ainda mais completa: as cinco blogueiras que fazem parte do Coletivo garimparam, sob os olhares atentos do stylist Junior Bonfim e do produtor Rodrigo Almeida, dicas de produções urbanas apresentados em roupas e acessórios, que são excelentes dicas para quem quer montar produções com muita bossa e personalidade. É só ficar de olho nas redes sociais (Facebook e Instagram )do Shopping Piedade e acompanhar estas preciosas dicas!  E você também pode acompanhar toda a programação do Projeto Universo Urbano através do site wwww.shoppingpiedade.com.br

Fotos: André Oliveira | Divulgação

03/03/2016  |  Comportamento, Destaques, Dicas, Estilo, Moda, Truques
Lições de estilo que aprendi com: Mônica Salgado

Observar a moda e o estilo das pessoas é um ótimo exercício de criatividade. Ja imaginou quantas vezes a gente olha uma roupa e pensa “mas será que combina comigo?”, “será que eu tenho coragem de usar?” ou simplesmente nem se arrisca por medo de fazer feio? Mas sempre tem aquela pessoa que a gente admira, que qualquer coisa cai como uma luva e que serve de inspiração, tanto no estilo, como no comportamento, é assim com vocês também?

Mônica Salgado, para mim, é uma dessas mulheres admiráveis em vários aspectos. Para quem não conhece, ela é a diretora de redação de uma das revistas mais queridas da atualidade, a Glamour Brasil. Ela é a típica mulher moderna: trabalha, faz atividade física, leva o filho pra escola, se divide entre os muitos compromissos da revista, não dispensa bons momentos de lazer ao lado da família, deve ter uma agenda super concorrida, mas não abre mão de estar sempre bem vestida – e linda. Foi difícil escolher – eu simplesmente sou apaixonada pelo estilo dela – mas selecionei as principais lições de estilo que aprendi observando suas produções. Anota aí!

O PODER DOS ACESSÓRIOS
monica_acessorios

O que esses looks têm em comum além do jeans? Acessórios de efeito! O primeiro look poderia ser apenas mais uma combinação clássica de camisa branca + jeans se não fosse o suspensório, que aliás deu uma modernidade incrível para a produção. A segunda produção, que tinha tudo pra sem bem básica teve um maxi colar como destaque, já o terceiro, all jeans, ganhou a bolsa pink como ponto de luz. A dica é simples: Bons acessórios podem transformar um look. Invista!

INVISTA NOS CLÁSSICOS
monica_classicos

Se você tiver que escolher uma peça de roupa pra investir uma grana mais alta, mas uma dica de ouro é: Invista nos Clássicos! Um bom jeans, uma camisa branca de corte impecável, um vestido feminino, uma saia lápis em cores discretas, são peças coringas, atemporais, elegantes que você pode escolher sem medo quando tiver uma ocasião onde precisa ser acertiva. Sem falar que certas combinações, como preto e branco, são incríveis e lindas!

LOOK MONOCROMÁTICO É VIDA!
monica_monocromatico

Looks totalmente pretos – os mais comuns nesta categoria – têm seu lugar, mas escolher tons fortes como vermelho, nude, branco (!!!) ou qualquer outra cor e apostar numa produção monocromática tem seu charme e sua beleza. Os especialistas são categóricos: looks monocromáticos alongam a silhueta e são de muita personalidade! Invista no mix de textura opostas, como tricôs com jeans, camurça e seda, couro e renda e opte por algum acessório de cor diferente para quebrar a rigidez da cor única. Fashion e elegante na medida!

SEM SALTO, SIM! SEM CHARME, JAMAIS!

monica_semsalto

Se você é daquelas que acha que para ter uma produção elegante e feminina não da pra abrir mão do salto alto, esqueça essa teoria! Sapatilhas fofinhas, rasteiras e até tênis são excelentes aliados, principalmente quando vamos ter um dia cheio de compromissos e precisamos estar além de bonitas, confortáveis! Obseve como o macacão (look do meio) fico perfeito combinado com o bom e velho all star. Não esqueça que escolhas inteligentes facilitam nosso dia a dia.

 

MÔNICA, QUER SER MINHA AMIGA?

Fotos: Gentilmente copiadas do Instagram @monicagsalgado
Montagens: Sutiã de Bolinha

10/02/2016  |  Beleza, Cuidados, Destaques, Dicas, Saúde
3 dicas para se recuperar no pós-carnaval

Tem alguém vivo aí? É amigas, sete dias de festa se passaram, muitas noitas perdidas na conta, mas a realidade é uma só: o carnaval passou e o ano realmente começou. E se você se esbaldou na folia, anota essas dicas pra recuperar as energias e começar 2016 com a corda toda!

agua

 BEBA BASTANTE ÁGUA:

Líquido essencial para o pleno funcionamento do nosso organismo, a água melhora a função dos rins, ajuda a eliminar as toxinas e é fundamental para a desentoxicação do corpo. Além de tudo isso,  água ajuda a liberar os excessos do organismo e hidrata o nosso corpo, especialmente se você abusou de bebidas alcoolicas – os médicos recomendam a ingestão de pelo menos dois litros de água  por dia.

alimentcao

ALIMENTAÇÃO BALANCEADA:

Você enfiou o pé na jaca e não conseguiu mater a dieta nos dias de folia? Ta perdoada, mas é chegada a hora de ser seletiva na alimentação e abusar de frutas, legumes e vegetais. Cenoura e maça, por exemplo, ajudam a purificar organismo, já folhas escuras como couve  é uma grande fonte de fibra e ajuda no processo gastrointestinal. Você é da turma dos carboidratos? Os pães integrais são ricos em fibras que ajudam a ‘reorganizar’ a flora intestinal. Ah, não podemos esquecer das frutas que são sempre bem-vindas pois têm  potencial alcalinizante e possuem efeito nutritivo.

escaldape

 CUIDE-SE:

Uma noite bem dormida pode fazer verdadeiros milagres por você e seu corpo. Aproveita a quarta-feira de cinzas pra colocar o sono em dia.  Coloca uma música relaxante  e tome um banho morno, demorado, abuse dos esfoliantes corporais, faça uma hidratação caprichada nos fios, reaja! Um bom escalda pés com sais é excelente pois ajuda no processo circulatório e alivia dores e inchaços provenientes das horas atrás do trio elétrico. Um creme à base de menta e cânfora também é uma excelente opção. Indico o Gel para Pé e Pernas Cansadas da Granado Pink – é incrível! Não economize com os cuidados com você, afinal você precisa estar inteira para um ano inteirinho que vem pela frente, não é??

 

Fotos: Reprodução

30/06/2015  |  Ações, Campanhas, Comportamento, Destaques, Ensaios, Fotografia
Projeto Identidade: A representatividade do negro na sociedade

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mais da metade da população brasileira se declara preta ou parda, mesmo assim ainda há dificuldade em encontrar referências negras associadas a uma imagem positiva seja na televisão, na publicidades ou em fatos cotidianos. Como reconhecer como positivo, bonito aquilo que não vemos na TV, no cinema, nos livros? Assim nasceu o Projeto Identidade, idealizado por Noemia Oliveira e Orlando Caldeira e clicado por Guilherme Silva, da ânsia de propor uma reflexão sobre os valores estéticos impostos na sociedade utilizando para isto a força da imagem.

noemia

{Noemia e Orlando, idealizadores do Projeto Identidade}

Trata-se de um trabalho que pretende viabilizar o reconhecimento da figura negra como possibilidade potente do belo,tendo também como intuito propor uma reflexão dos danos que a “invisibilidade” do negro pode trazer para a formação de uma sociedade democrática. Na exposição fotográfica, celebridades e anônimos encarnam ícones populares (originalmente brancos) representados por pessoas negras. Veja alguns exemplos:

projetoidentidade
projetoidentidade2

As fotos foram feitas no final do ano passado e estiveram expostas no SESC Madureira (RJ) durante o mês de fevereiro de 2015. A ideia é que a exposição se torne itinerante, levando para diversos lugares do Brasil a importância da representatividade, garantindo uma sociedade que se respeite, que se assuma e se represente em diversidade.

Fotos: Reprodução

27/02/2015  |  Comportamento, Consumo, Destaques, Reflexões
Quanto vale a sua roupa?

A lógica de comprar uma roupa nova, aquela que combina com você e faz seu coração bater mais forte parece muito simples se você possui o valor suficiente para levá-la pro seu armário, certo? Errado. O senso comum, infelizmente representado em grande maioria por pessoas ligadas ao mundo da moda {com licença poética para as exceções}, levanta uma bandeira que contradiz veementemente a ideia de usar as possibilidades que o mundo fashion oferece para se expressar através da roupa que você escolhe.

Se você é desse mundo, com certeza teve conhecimento da polêmica envolvendo a cantora Anitta no inicio da semana. Para refrescar a memória: A cantora foi ao casamento de Fernanda Souza e Thiaguinho na última terça (24) com um pretinho básico autêntico Versace – só que para Riachuelo – fato que atingiu proporções imensas quando internautas publicaram o valor da peça, R$ 349,90 (ou R$ 79,90 caso ela tenha adquirido a peça com remarcação de preço). Para estas pessoas que reverberaram de uma forma negativa a escolha da cantora, deve parecer surreal uma pessoa com grana com ela usar uma peça com um valor tão justo para ir a uma festa de casamento de um global. Então vamos lá…

sale

Só para constar, Anitta estava linda e era uma das mais bem vestidas da noite, ostentando entre fendas e decotes do seu (agora famoso) vestido preto, as curvas da sua sensualidade já conhecida por todos e mandou um recado para os recalcados: “Não me visto para mostrar para os outros quanto eu tenho no banco. Visto para me sentir maravilhosa, e é assim que estou me sentindo hoje”, disse em entrevista a um site de celebridades.

Então, qual o problema? O problema é que, para essas pessoas, se vestir bem está diretamente associado a gastar pequenas fortunas, sendo diferente, a produção perde completamente seu valor e a polêmica acontece. E na minha opinião, já que Anitta defende tanto que seu bom gosto independe do valor do look, naturalmente a polêmica seria neutralizada se ela tivesse assumido desde o início a origem do seu vestido que, segundo ela, foi um presente da Riachuelo, marca para a qual a cantora desenvolveu uma coleção. Ela não negou, mas também não disse desde o início que se tratava, então, de um Versace para Riachuelo. Uma infelicidade.

Não estou aqui levantando a questão do valor que as lojas de departamento cobram pelas coleções assinadas por grandes estilistas/marcas – talvez este seja assunto para um outro post! Quero convidar você a avaliar a quão descabida é essa polêmica do vestido da Anitta, em tempos de uma indústria com preços cada vez mais absurdos – sorte a nossa que, paralelo a isso, a oferta cresceu e tornou a moda mais acessível o que significa que podemos encontrar o famoso vestido preto maravilhoso na Riachuelo mais próxima da nossa casa (e o melhor, por menos de R$80 reais)
anitta-vestido-versace-riachuelo

{Anitta no casamento de Fernanda e Souza e Thaiguinho. São Paulo, 24/02/2015}

Moral da história: apesar da omissão, Anitta deu uma grande lição de estilo. Chamou atenção, virou notícia, estava linda com um vestido que custou uma bagatela. Provou que para estar bem vestida, diferente do que se pensa, é necessário ter boas escolhas e não necessariamente muito dinheiro na conta. Uma peça cara, de grife tem seu lugar e, mais do que uma compra por status é um investimento que dura a vida inteira. Mas é nossa obrigação, enquanto entusiastas do mundo da moda, sustentar a bandeira do consumo consciente e dissipar uma discussão vazia de pessoas atrasadas que insistem em associar dinheiro a bom gosto (alguém lembra de Lady Kate?!) Para finalizar, uma frase de Gloria Kalil que sintetiza todo meu texto: “Moda é oferta, estilo é escolha!”

Fotos: Reprodução